Tópico: ‘websites’

O Passaredo pousou

outubro 4th, 2011

Um dos chalés da pousada

Já falei, em outros artigos, sobre como é divertido trabalhar com produção de sites, principalmente  se diversificamos os projetos e não nos prendemos a um determinado nicho. Isso é relativamente complicado, pois como a minha “publicidade” é feita boca a boca, é natural que um site bem feito, por exemplo, da área médica, traga outros clientes da mesma área.

Já tive ótimas experiências produzindo sites para associações médicas, designers de jóias, músicos, representantes de equipamentos para cinema, fotógrafos, jornalistas, etc etc etc, mas poucas vezes o trabalho foi tão gratificante como este que estamos terminando de aprontar – o novo site da Pousada Passaredo, o meu primeiro website no ramo de hotelaria.

Adoro viajar e frequentemente escolho o hotel ou pousada onde vou me hospedar pela internet. Mas a escolha não é simples. Os sites enganam muito. Não necessariamente por má fé do dono do hotel ou do programador do site, nem necessariamente para pior. Há casos, como o da Pousada Passaredo, em que a imagem que o site transmitia da pousada era muito aquém da realidade do lugar.

Sites de turismo em geral e de hotéis e pousadas, em particular, tendem a exagerar um pouco nas suas virtudes e benfeitorias. Não é incomum o uso de termos como “complexo de diversão infantil” para descrever um parquinho com balanço, escorrega e gangorra. E, obviamente, não informam ao leitor/cliente a lista de defeitos e problemas do lugar. Esta lista o leitor terá que descobrir por si, por meio de inúmeros telefonemas e conversas com os donos ou gerentes dos estabelecimentos, ou da pior maneira – na prática, se hospedando e percebendo que as toalhas são transparentes de tão usadas, que o cobertor não vê a luz do dia há meses, que o colchão vai te deixar inválido na manhã seguinte, que a água da sua casa é mais quente do que a do hotel, que a chaminé da sauna tem um furo para dentro da sauna, e por aí vai. Vejam bem, não estou inventando nada disso,  já presenciei cada uma dessas situações em hotéis e pousadas dos mais variados níveis e preços, a trabalho e lazer.

O site antigo da Pousada Passaredo pecava pelo outro extremo: não conseguia mostrar, de forma plena, todas as qualidades do lugar. Gonçalves é, talvez, a cidade com maior potencial turístico da região sul de Minas Gerais. Boas estradas ligam as badaladas cidades de Monte Verde e Campos do Jordão e Gonçalves está bem no meio do caminho. Aposto que será a próxima cidade serrana da moda. Os turistas, em sua maioria paulistas, são exigentes, podem pagar e exigem alto padrão qualidade. Os donos do Passaredo optaram por seguir este padrão nos serviços, mas ainda não estavam satisfeitos com o site. Numa rápida conversa com eles, soube das observações de outros hóspedes que confirmaram a minha opinião de que o site não estava ao nível da pousada. Todo feito em flash, o site não permitia que os próprios donos atualizassem seu conteúdo e, para variar, a pessoa que fez o site sumiu, atravessou um portal e foi para outra dimensão.

Nesta mesma conversa fizemos a divisão de tarefas, estabelecemos preços e prazos e mãos à obra: em poucos dias já estávamos com layout acertado, novos textos prontos, uma boa coleção de fotos escolhida. Adotamos o Wordperfect como plataforma, um tema específico para hotelaria produzido pela excelente WPZOOM, instalamos uma meia dúzia de plugins para integrar o google maps, forms de contato, e o flickr, e estamos estudando a utilização de um aplicativo para fazer reservas online.

Em breve voltarei lá para fazer as fotos 360 graus para a produção de um passeio virtual. Estamos esperando a melhor época, com as hortênsias em flor. Acredito que este bom trabalho irá chamar outros do mesmo tipo. Tomara. Fazer o website de uma pousada charmosa é tudo de bom.

Tópicos: , , , , , , , , ,
Publicados em 360 graus, Clientes, Fotografia, Fotografia Imersiva, Web Design, Web Mastering | Comentários (0)

Web Designer x Filho do Vizinho. Quem faz o melhor site?

novembro 12th, 2010
Hello Kitty

Obrigado ao site http://xuxxu.blogspot.com. O que essa imagem está fazendo aqui? Continue lendo.

Essa questão é polêmica e não pretendo, aqui, chegar a uma resposta conclusiva à pergunta enunciada. Mas achei pertinente escrever alguns tópicos sobre o assunto que vão ilustrar bem o tormento que é saber escolher o prestador de serviços mais adequado para montar o seu site. Leia Mais »

Tópicos: , , , , , , , , , , ,
Publicados em Casos, Clientes, Redes Sociais, Tecnologia, Web Design | Comentários (0)

Eu quero um site (parte 4) para… bem, não sei ainda…

julho 15th, 2010

Diz o ditado que um homem, para se afirmar como tal, deve escrever um livro, plantar uma árvore e ter um filho. Esse clichê está ultrapassado: no mundo moderno precisamos realizar várias outras tarefas para obtermos um mínimo de hombridade. Quem não tem um endereço de e-mail, hoje em dia, é encarado como um alienígena. Ter um site, um blog ou ao menos participar de um site de networking social também já é considerado como “essencial” para quem tem uma empresa e quer divulgar seu produto e serviço na internet. Leia Mais »

Tópicos: , , , , ,
Publicados em Clientes, SEO, Web Mastering | Comentários (2)

Webdesigner, este ser misterioso

julho 3rd, 2010
one-man-band

webdesigner one-man-band

Quando me perguntam, na rua, qual é a minha profissão, eu tenho diversas respostas. Escolho de acordo com a cara do interlocutor, da situação e principalmente de acordo com o meu estado de humor. Leia Mais »

Tópicos: , , , , ,
Publicados em Assuntos gerais | Comentários (0)

Eu quero um site (parte 2)

outubro 22nd, 2009

Olá, fulana

Será um prazer ajudá-la a montar o seu website.

Meus sites têm, de fato, propostas e layouts bem diferentes um do outro, essa é uma das vantagens da minha profissão: a diversidade – aparecem clientes com fábricas artesanais de chocolate (do Helio – www.chocomundo.com.br), acompanhamento de jogos no maracanã (fimdejogo.com.br), designers de jóias (www.brunoguidi.com.br), sociedades médicas (www.endocrino.org.br) e assim por diante. Cada projeto me ensina muito. Leia Mais »

Tópicos: , , , , , , , ,
Publicados em Clientes, Tecnologia, Web Design | Comentários (0)

Mapas de Visitantes

abril 13th, 2009

Vejam abaixo a curiosa distribuição de visitantes recentes a diversos sites por mim monitorados. Resultados como o do site da Rosana Lanzelotte, cravista mais reconhecida lá fora do que aqui no Brasil, são bem fáceis de entender. Mas algumas surpresas apareceram em alguns mapas. O site da SBD, curiosamente, não aponta visitantes europeus. Leia Mais »

Tópicos: , , ,
Publicados em Clientes, SEO | Comentários (0)

  • Eduardo Frick

    Atualmente em versão 4.6, Eduardo é Webmaster, webdesigner, web-consultor, web-coordenador de projetos. Tem longa experiência em produção gráfica e é fluente em diversas mídias.

    É carioca da gema, mas mora em Mogi das Cruzes, São Paulo. De seu escritório/estúdio, projeta e cria websites, coordena equipes de desenvolvimento e de conteúdo, recruta e supervisiona o trabalho de analistas, programadores, fotógrafos, ilustradores, animadores, redatores e demais especialistas que garantem serviços de qualidade aos seus clientes espalhados por todo o Brasil.

  • Todos os artigos, por Mês.

  • Temas