Tópico: ‘black SEO’

Considerações sobre os Google Cloaking Hacks

outubro 6th, 2010

Diante da disseminação dos pharma hacks – denominação comum para o Google Cloaking Hack – e da mobilização para tentar exterminar a praga, aparecem questões interessantes que eu não tenho competência para responder: quem sai ganhando com a disseminação de um malware? A quem, exatamente, as pessoas que os disseminam querem atingir? Por que os mecanismos de busca não cortam o mal pela raiz, criando algoritmos que ignorem os spams? Quem está satisfeito de ver que milhares de páginas aparecendo deturpadas nos mecanismos de busca? Leia Mais »

Tópicos: , , , , , , ,
Publicados em black SEO, Casos, SEO, Web Mastering | Comentários (0)

Quem quer vender viagra?

setembro 17th, 2010
'Viagra for sale'

'Viagra for sale'

Os números são alarmantes. Mais: estarrecedores. Veja por sí – acesse o Google e procure por

inurl:.br cheap cialis cheap viagra

e você terá , em menos de 1 segundo, mais de 82.500 sites brasileiros infectados pelos Pharma Hacks. Esse novo modelo de picaretagem é, devo dizer, o mais bem bolado que eu já vi. Leia Mais »

Tópicos: , , , , , , ,
Publicados em Casos, SEO, Web Mastering | Comentários (2)

E não é que ele voltou?

novembro 21st, 2008
Fim de Jogo volta ao Google

Fim de Jogo volta ao Google

Eu já estava dando o caso como perdido. Já havia aconselhado minha amiga a mudar de nome. Mas não é que, depois de 6 meses, o Google resolveu fazer as pazes com o Fim de Jogo.  Digitando-se fim de jogo no campo de busca, o site voltou a ser o primeiro da lista de respostas, coisa que não acontecia desde que sofremos uma série aparentemente interminável de invasões. Meu blog acompanhou todo o percurso desde o primeiro incidente.  O Google nunca deixou de indexar o FDJ, mas não permitia que o site aparecesse em suas respostas. Fomos banidos em junho. Durou até hoje. De lá pra cá foram várias remoções de código intruso, 2 solicitações de reconsideração enviadas e milhares de pesquisas avançadas procurando por “viagra” no cache do google.

Aprendemos bastante com as chibatadas que levamos, mas, apesar do FDJ voltar à sua cotação original, não chegamos à solução do caso. Continuam sem resposta:

Por que o fim de jogo? Por que centenas de milhares de blogs em wordpress também não são vítimas? Ou todos são?

Como é que os invasores entram com tanta facilidade no banco de dados, nos arquivos do site, e até nos anúncios do adsense? Onde estão as frestas por onde eles entram? No provedor? No WordPress? Na minha conta do Dreamhost?

Se o google é tão inteligente para perceber que um determinado site está utilizando técnicas de black SEO (consciente ou inconscientemente, como foi o caso do FDJ enquanto esteve com os códigos intrusos), por que os robôs simplesmente não ignoram o conteúdo do spam?

Tópicos: , , , ,
Publicados em SEO, Web Mastering | Comentários (0)

Fim de Jogo – Banido para sempre do Google?

novembro 12th, 2008

Estamos jogando a toalha e chegando a conclusão de que, infelizmente, o WordPress não pode mais ser utilizado como CMS de um site cuja visitação seja acima de um determinado patamar. O site, seja lá qual for, a partir do momento que faz um relativo sucesso, entra na mira de pessoas, máquinas e softwares dedicados a invadir o código do WordPress – e existem inúmeras frestas abertas por onde eles podem passar.
Nessa briga contra os hackers no WordPress do site fimdejogo.com.br, vimos acontecer invasões no código das templates, nos comentários, no conteúdo dos posts e até, pasmem, dentro dos anúncios do Google Adsense.

O Google, com seus eficientes robôs, não perdoa. Encontrou spam, ele corta o site. O Fim de jogo não aparece no google nem mesmo quando eu procuro por “Fim de Jogo” assim, com aspas. Nem mesmo procurando por fimdejogo.com.br. Na minha opinião, sincera porém triste, fimdejogo.com.br é um nome maldito que nunca mais recuperará seu prestígio. o Google é uma caixa preta que ninguém sabe como funciona. Como é um serviço “gratuito” ninguém ousa reclamar ou duvidar da sua eficiência. Mas o fato é que ele parece ter um “blacklist de sites muito frequentemente invadidos” que, nem que eu envie 10 formulários de pedidos de reconsideração para o fim de jogo, este site nunca mais voltará a ser listado.

E palmas para a Cris Dissat que, mesmo com o Google atrapalhando BASTANTE, está conseguindo aumentar a visitação do blog dela. Ela apela pro Twitter, links em diversos outros sites, boca-a-boca e sinais de fumaça.

O que fazemos? trocamos de nome? Não sei, isso está sendo cogitado. Mas, certamente, WordPress – NUNCA MAIS. A não ser que seus desenvolvedores comecem a cuidar mais da segurança de seu sistema.

Tópicos: , , ,
Publicados em SEO, Tecnologia, Web Mastering | Comentários (2)

Por que o Fim de Jogo saiu do Google – Parte 3 (e última, espero)

julho 15th, 2008

Contamos com a ajuda de um expert para descobrir mais uma invasão no código do Fim de Jogo. O Paulo Rodrigo Teixeira, editor do blog Marketing de Busca, resolveu colaborar com a Cristina Dissat e usou de seus profundos conhecimentos de Googlelogia para descobrir mais um furo na segurança do WordPress.

Algum sem-mãe entrou no código do rodapé e inseriu um script em PHP codificado:
<?php eval(base64_decode(“aWYo… sequência infindável de caracteres estranhos … CR0eHQpOw0KfQ==”)); ?>

Mesmo que a gente abra o código fonte da página, a invasão passa desapercebida. Mas, para o Googlebot, aparecem centenas de links para comprar viagras, clialis e afins. Só conseguimos desvendar o mistério quando abrimos a página do cache do google relativo ao fim de jogo.

Obrigado, Paulo, pela ajuda, porque se dependêssemos somente das ferramentas para webmasters oferecida pelo Google, estaríamos até agora sem saber o que estava acontecendo. Neste tempo todo em que o site está fora das listagens do Google, as ferramentas não indicam qualquer problema.

Tópicos: , , ,
Publicados em SEO, Web Mastering | Comentários (2)

… e o Blog da SBD também foi invadido

julho 1st, 2008

Virou bagunça. WordPress virou saco de pancada da molecada. Imagino hordas de adolescentes sem ter o que fazer em casa, cheios de energia para gastar, pensando “que sacanagem eu vou inventar agora? Ah, acho que vou programar um exploit pra acabar com os blogs de uns manés por aí.”

Estamos brigando, já a algum tempo, com constantes invasões nos posts do blog Fim de Jogo, da Cristina Dissat. Agora me deparei com outro tipo de invasão, desta vez nos arquivos PHP da template do Blog da SBD. 1002 linhas de código escondido com links para uma suposta loja de MP3.

Já fui criticado por não atualizar os blogs que administro para a última versão, a 2.5.1. Pois isso de nada adiantou neste caso. Para cada programador empenhado em corrigir falhas de segurança no WordPress, devem haver uns 30 hackers decididos a abrir novas brechas. Isso pode determinar a extinção do WordPress. Diante da possibilidade do Google não indexar suas páginas, agora eu pensarei 2 ou 3 vezes antes de indicar o WP como CMS de um website.

Boas dicas de como tentar se salvar de uma invasão estão no site da Info Online e também no blog Arrobazona – dicas do brou Aristeu Araújo, editor do Moviola.

Tópicos: , , , , ,
Publicados em SEO, Web Mastering | Comentários (0)

Por que o Fim de Jogo sumiu do Google – parte 2

junho 26th, 2008

Quem disse que a vida de webmaster é fácil?

Depois que descobrimos o que havia acontecido com o Fim de Jogo, fiz o que pude para acelerar a reindexação do site pelo Google. Enviei novo sitemap, preenchi um formulário do próprio Google com um pedido de reconsideração… nada adiantou.

Fiz um novo check-up no site. Percebi que, mesmo sem a invasão de links escondidos “buy viagra online”, a home page do Fim de Jogo continuava com muito mais do que os 100 links recomendados pelas diretrizes do Google. As listas das categorias e dos arquivos foram crescendo com o passar do tempo. A ferramenta fundamental para esse tipo de pesquisa é o “Web Developer” – um plugin para o Firefox que deveria fazer parte da vida de qualquer webesigner.

Nesse meio tempo, sofremos nova invasão dos links escondidos. Pelo visto o exploit invasor continua à solta por aí. Moral da história – teremos que fazer urgentemente o upgrade para a versão mais recente do WordPress, e ficar de olho na expansão natural do blog.

Tópicos: , , , , , ,
Publicados em Clientes, SEO | Comentários (0)

Por que o Fim de Jogo sumiu do Google?

junho 18th, 2008

statcounter fim de jogoFiquei com essa pergunta entalada na garganta durante vários dias. De uma hora para outra, para desespero da blogueira Cristina Dissat, o site www.fimdejogo.com.br sumiu das referências do Google. Vejam o impacto nas visitas nesse intervalo no gráfico ao lado.

Teoricamente, a ferramenta para Webmasters do Google deveria identificar e avisar quando acontece alguma coisa que force o Google a bloquear um site. Este aviso não chegou, ou provavelmente demoraria meses para aparecer, assim como demoram meses os avisos e remunerações do Google Adsense.

Uma simples conferência no código fonte da home page ajudou a identificar o problema. Alguém invadiu um dos posts e colocou, escondido por uma tag com <style display =”none”>, uma lista interminável de links “increase your penis” ou “viagra online”.

Eu já sabia que a versão 2.1 do WordPress é susceptível a falhas de segurança, mas a gente só dá bola para isso quando sofremos na pele uma invasão desse tipo. Vivendo e aprendendo. Faremos em breve o upgrade para uma versão mais recente. Vamos ver quanto tempo o Google vai demorar para reindexar o Fim de Jogo.

Tópicos: , , , , ,
Publicados em Clientes, SEO | Comentários (7)

  • Eduardo Frick

    Atualmente em versão 4.6, Eduardo é Webmaster, webdesigner, web-consultor, web-coordenador de projetos. Tem longa experiência em produção gráfica e é fluente em diversas mídias.

    É carioca da gema, mas mora em Mogi das Cruzes, São Paulo. De seu escritório/estúdio, projeta e cria websites, coordena equipes de desenvolvimento e de conteúdo, recruta e supervisiona o trabalho de analistas, programadores, fotógrafos, ilustradores, animadores, redatores e demais especialistas que garantem serviços de qualidade aos seus clientes espalhados por todo o Brasil.

  • Todos os artigos, por Mês.

  • Temas