Por que o Fim de Jogo sumiu do Google?

junho 18th, 2008
by edufrick

statcounter fim de jogoFiquei com essa pergunta entalada na garganta durante vários dias. De uma hora para outra, para desespero da blogueira Cristina Dissat, o site www.fimdejogo.com.br sumiu das referências do Google. Vejam o impacto nas visitas nesse intervalo no gráfico ao lado.

Teoricamente, a ferramenta para Webmasters do Google deveria identificar e avisar quando acontece alguma coisa que force o Google a bloquear um site. Este aviso não chegou, ou provavelmente demoraria meses para aparecer, assim como demoram meses os avisos e remunerações do Google Adsense.

Uma simples conferência no código fonte da home page ajudou a identificar o problema. Alguém invadiu um dos posts e colocou, escondido por uma tag com <style display =”none”>, uma lista interminável de links “increase your penis” ou “viagra online”.

Eu já sabia que a versão 2.1 do WordPress é susceptível a falhas de segurança, mas a gente só dá bola para isso quando sofremos na pele uma invasão desse tipo. Vivendo e aprendendo. Faremos em breve o upgrade para uma versão mais recente. Vamos ver quanto tempo o Google vai demorar para reindexar o Fim de Jogo.

Tags: , , , , ,
Posted in Clientes, SEO | Comments (7)

7 Responses to “Por que o Fim de Jogo sumiu do Google?”

  1. Vanessa Nunes Says:

    Nossa, a pessoa que fez isso com o Fim de Jogo joga em um time de baixa categoria!
    Se o problema for o sucesso do blog, por que não fazer um melhor, não é mesmo?
    Que bom que a causa do “desaparecimento” foi descoberta, vamos ficar de olho!

  2. Janio Sarmento Says:

    Credo, Frick, 2.1?!?!?!

    Aí vocês estão pedindo pra sofrer o penalty mesmo!

    E Vanessa, quem faz uma coisa dessas não está perseguindo uma vítima em particular, está é procurando todos os WordPresses desatualizados que puder encontrar para explorar as falhas conhecidas de segurança.

  3. Roitberg Says:

    Bem, sempre discutíamos o problema dos spammers usarem os comentários abertos e não-moderados de blogs (não sei se este é não-moderado) para postar propaganda comercial, religiosa e racista. Agora, se há uma possibilidade de alterar o código fonte não para tirar um site do Google, que não creio ter sido essa a intenção, mas para fazer spam é mais um degrau escada abaixo na web. Além de tirar o site do Google provavlemente do Yahoo! também, o que mais este “style” fez no blogo ou na postagem? Aparecia algo que não tinha sido publicado por vocês?

  4. admin Says:

    Caro Roitberg, a invasão não foi nos comentários, e sim dentro do artigo (post). O invasor se aproveitou de uma falha de segurança do WordPress 2.1.3. A intenção foi, claramente, retirar o site do Google, incluindo para mais de 100 links invisíveis para nós, mas visíveis para os robôs indexadores e razão suficiente para o Google bloquear o Fim de Jogo. Não se trata de ação de spammers, e sim de hackers.

  5. Matheus Says:

    Eduardo, acompanhei esse problema do Fim de Jogo pela lista da blogosfera e por aqui. Sofri o mesmo problema em um de meus blogs, gostaria de saber se você já descobriu qual é a causa específica do aparecimento da lista gigante de links camuflados na tag style display =”none”. Existe algum script codificado em algum lugar dos arquivos php, tal como o do problema do rodapé (parte 3)? Felizmente descobri a tempo essas listas de links camuflados, antes do crawler do google passar no blog, e retirei um por um dos posts.
    Um abraço!

  6. admin Says:

    Oi Matheus. A causa específica é a fragilidade do WordPress ou, em outras palavras, a facilidade que pessoas de má fé têm de corromper os posts e até mesmo os arquivos do sistema. A minha impressão é de que, para cada programador empenhado em melhorar o WordPress, existem uns 10 descobrindo falhas de segurança e infernizando nossa vida com esses “exploits” e porcarias do gênero.

Leave a Reply

  • Eduardo Frick

    Atualmente em versão 4.6, Eduardo é Webmaster, webdesigner, web-consultor, web-coordenador de projetos. Tem longa experiência em produção gráfica e é fluente em diversas mídias.

    É carioca da gema, mas mora em Mogi das Cruzes, São Paulo. De seu escritório/estúdio, projeta e cria websites, coordena equipes de desenvolvimento e de conteúdo, recruta e supervisiona o trabalho de analistas, programadores, fotógrafos, ilustradores, animadores, redatores e demais especialistas que garantem serviços de qualidade aos seus clientes espalhados por todo o Brasil.

  • Todos os artigos, por Mês.

  • Temas