Plugins que deixam seu site na moda

julho 26th, 2009
by edufrick

Nos últimos meses, aumentou bastante minha preferência pelo WordPress. Creio eu que os problemas com invasões foram resolvidos.  Dentre as dezenas de soluções de CMS existentes no mercado, o WP está se destacando por causa de sua enorme biblioteca de temas e assessórios. A última versão, a 2.8, colocou a instalação desses temas e acessórios ao alcance de um clique. Agora, mesmo aquelas pessoas que têm arrepios quando ouvem falar em FTP podem alterar o layout e adicionar ferramentas interessantes em seus sites.

Eu ainda não preciso procurar outra profissão porque, à medida em que as coisas vão ficando mais fáceis para o usuário médio, aparecem outras tecnologias mais avançadas que se tornam o diferencial entre o site “home-made” e o profissional. Por exemplo: agora é muito fácil aplicar um tema, ligar meia dúzia de widgets (acessórios que aparecem nas barras laterais)  e mudar o layout de um site, por isso mesmo, um site que usa um tema pré-fabricado está fadado a ser chamado de chinfrim. O Chique hoje é ter um tema customizado.

Deixemos a customização de temas para outro artigo, voltemos ao título: Plugins.  Uma forma de estar sempre na frente da concorrência é visitar frequentemente a página de plugins do WordPress, mantendo um olho no que o cliente precisa e no que a biblioteca de plugins tem a oferecer. A evolução é muito rápida e o plugin que ontem era perfeito e maravilhoso, hoje está obsoleto porque apareceu outro que faz tudo o que ele fazia e ainda prevê o tempo.

Tagclouds – as núvens de tags – sempre foram polêmicos.  Os uebedesaiguiners dão a maior ênfase neles dizendo que são a melhor expressão da web 2.0 em um site, e não há cliente que resita a esse argumento. Mas, infelizmente, as Tagclouds são feias, espaçosas, herméticas, e até agora não vi uma que fosse bem aproveitada. A única que realmente chama a atenção do leitor, mais pelo seu aspécto lúdico do que pela funcionalidade, é a WP Cumulus. A nuvem deixa de ser uma metáfora.

Sempre que eu acesso a internet em “modo consumidor” e procuro algum hotel para passar o fim de semana, me deparo com aqueles horríveis mapas de acesso: escaneados de um impresso tosco, ou feitos em coréudrau pelo sobrinho do dono sem menor noção de distâncias, normalmente atrapalham mais do que ajudam. Nos meus sites eu costumava usar o Inline Google Maps e o XML Google Maps e estava muito feliz e satisfeito com eles até que um cliente mais exigente me pediu uma solução onde ele pudesse desenhar no mapa as rotas possíveis seus clientes o encontrarem. Uma boa pesquisa na biblioteca de plugins me levou ao Umapper – uma solução completa para produção e compartilhamento de mapas online.

Internet tem seus modismos. O da hora é o slideshow. Difícil achar uma home page que não tenha um slideshow rolando. As chamadas acompanham o revezamento das imagens e num cantinho aparece 1, 2, 3, 4, 5 para você mudar o slide manualmente, se quiser. De repente TODOS meus clientes resolveram me solicitar slideshows, como se o sucesso dos sites dependesse disso.

Não foi fácil encontrar uma solução boa, bonita e barata. Pesquisei em grandes e pequenos sites e encontrei verdadeiros monstrengos de programação escondidos por trás das belas apresentações. Já estava pensando em contratar um programador quando achei o Featurific – um plugin que também servirá como solução para outras plataformas.

Para formulários de interação com o consumidor, do tipo “entre em contato” temos também dezenas de plugins muito bons. o Contact Form 7 versão 2 é bastante flexível e facílimo de usar. Permite a criação de vários formulários para diferentes aplicações.

Ferramentas de integração com o twitter também estão na lista dos mais solicitados. Plugins inocentes, que listam os tweets mais recentes dos donos dos sites, e plugins de pior reputação, que replicam no twitter tudo o que se publica no site. Estes são repudiados por usar o Twitter como um canal de RSS. Mas isso é também assunto para um artigo a parte.

Redes sociais aparecem como insetos no verão. “besteiras” como o twitter viram ferramentas poderosas de comunicação. Nos sites da moda, aparecem ícones estranhos com legendas ainda mais intrigantes: “Digg isso”, “Xrmungle essa página”, “Krakaaze essa novidade com os amigos” . A comunidade do WordPress não poderia deixar por menos. Os plugins que eu uso , o Socialize This e o “I love Social Bookmarking“, permitem integração com dezenas de redes sociais (incluindo o Digg, o Xrmungl e o Krakaaz).

Ainda falta falar das ferramentas de SEO, integração do Youtube e do Google Calendar, widgets diversos… vou ter que dividir esse artigo em 2. Aguardem!

Tags: , , , , , , , , , , , ,
Posted in Open Source, Redes Sociais, SEO, Tecnologia, Web Mastering | Comments (2)

2 Responses to “Plugins que deixam seu site na moda”

  1. Maycon Chrystian Says:

    Gostaria de saber se essa Tagclouds é possivel fazer em outro tipo de site tirando o WordPress se sim você poderia dar umas dicas de como fazer em meu site.

    Grato

  2. admin Says:

    Claro, Maycon, visite o site do cara que fez o “cumulus cloud” em http://www.roytanck.com/2008/03/06/wordpress-plugin-wp-cumulus-flash-based-tag-cloud/ lá vc terá as instruções. Basicamente precisa saber javascript e flash.

Leave a Reply

  • Eduardo Frick

    Atualmente em versão 4.6, Eduardo é Webmaster, webdesigner, web-consultor, web-coordenador de projetos. Tem longa experiência em produção gráfica e é fluente em diversas mídias.

    É carioca da gema, mas mora em Mogi das Cruzes, São Paulo. De seu escritório/estúdio, projeta e cria websites, coordena equipes de desenvolvimento e de conteúdo, recruta e supervisiona o trabalho de analistas, programadores, fotógrafos, ilustradores, animadores, redatores e demais especialistas que garantem serviços de qualidade aos seus clientes espalhados por todo o Brasil.

  • Todos os artigos, por Mês.

  • Temas