Eu quero um site (parte 2)

outubro 22nd, 2009
by edufrick

Olá, fulana

Será um prazer ajudá-la a montar o seu website.

Meus sites têm, de fato, propostas e layouts bem diferentes um do outro, essa é uma das vantagens da minha profissão: a diversidade – aparecem clientes com fábricas artesanais de chocolate (do Helio – www.chocomundo.com.br), acompanhamento de jogos no maracanã (fimdejogo.com.br), designers de jóias (www.brunoguidi.com.br), sociedades médicas (www.endocrino.org.br) e assim por diante. Cada projeto me ensina muito.

Vou responder às suas colocações debaixo de cada parágrafo.

Em Wed, 21 Oct 2009 16:17:31 -0200, Pedagógico-IDIOMAS <edp-educacional@amcham.com.br> escreveu:

a) sítio simples com 06 páginas internas aproximadamente com armação de textos (pode ser também sem armação de textos);

A solução que eu ofereço para os projetos mais simples oferece, ao cliente, criar quantas páginas ele quiser. Um website que tenha apenas 6 páginas fixas com conteúdo institucional (quem somos, onde estamos, etc) sem um programa de atualizações ou novidades publicadas periodicamente não traz retorno.

Eu me esforço em oferecer aos meus clientes um website como um investimento, onde você aplica “R$X” e recebe “Y” de popularidade, “W” de novos clientes e “R$Z” de retorno financeiro. Os resultados de um website se chamam “métricas” e nós temos como mensurá-las no dia-a-dia.

Armação de textos – redação, revisão e diagramação das páginas – não sou redator profissional, costumo contratar ou trabalhar em parceria com jornalistas experts em web-writing. Tenho contatos em vários estados do Brasil e posso recomendar bons profissionais, onde você estiver.

b) teria que ter dois ou três idiomas;

Em se tratando de um curso de idiomas, não devem faltar tradutores dispostos a colaborar , não podemos usar a tradução automática que o

Google oferece gratuitamente, ela não é exata o suficiente. O conteúdo do site deverá ser produzido nos idiomas que você pretender usar.

c) em Flash

Não faço sites em flash, a não ser que o cliente queira investir em 2 websites, um com e outro sem Flash. A imensa maioria dos dispositivos móveis (Iphones, celulares, Palmtops, etc) não suportam flash e isso já é o suficiente para eu recomendar evitar sites em Flash.

Por exemplo, o http://www.domrestaurante.com.br/ é um site em Flash, produzido por uma equipe dos maiores feras em webdesign e programação, com design espetacular, deve ter custado tão caro quanto os pratos lá servidos. No meu Iphone de última geração não funciona. não vejo nem o endereço do restaurante.

Podemos aplicar flash em peças promocionais, aplicativos que usem interatividade, multimidia, etc, em áreas específicas onde o flash agrega suas qualidades, mas não como base para o site.

Caso seja necessário incluir e-commerce (venda de livros) e back end, aumentaria muito os custos?

Os custos com aplicação de e-commerce podem ser baixos, se você optar por soluções prontas que existem. Eu costumo sugerir o sistema Pagseguro, da UOL, pela sua segurança e simplicidade. A logística de entrega do material depende do volume, mas o SEDEX costuma funcionar muito bem.

Quanto tempo leva para fazer um site com essas características?

O prazo de desenvolvimento costuma depender mais do cliente do que do programador. Normalmente, a estrutura e o layout do website ficam prontos antes do material que deve ser publicado (páginas, notícias, fotos, vídeos etc). Eu costumo fazer o layout e montar o sistema de administração do website em 30 dias. O treinamento do pessoal que fará a atualização do website não demora mais que uma semana.

Nesses 30 dias reservados para a produção do layout e desenvolvimento do website, a interação com o cliente e com sua equipe de produção de material é intensa, devemos estabelecer um canal de comunicação via MSN, Gtalk ou Skype para conversas frequentes.

O meu preço para criação de websites de pequeno porte é de R$2.800,00, Porém o custo do desenvolvimento de um website, como você já deve ter percebido, não envolve apenas os gastos com o webdesigner. Há que se contratar um editor, normalmente um jornalista/redator, providenciar fotografias, montar a arquitetura da informação, produzir vídeos etc., enfim, depende do porte do website e do quanto de retorno este website pode gerar. Eu tenho em minha rede de relacionamentos profissionais competentes para cada uma dessas tarefas e outras mais, que podem orçar seus serviços. Mas nada impede de você contratar um profissional da sua escolha ou designar algum funcionário ou colaborador.

Obrigado pela atenção, vamos nos falando.

[] Eduardo

Aguardo seus comentários.

Grata,

Fulana

Tags: , , , , , , , ,
Posted in Clientes, Tecnologia, Web Design | Comments (0)

No comments yet

Leave a Reply

  • Eduardo Frick

    Atualmente em versão 4.6, Eduardo é Webmaster, webdesigner, web-consultor, web-coordenador de projetos. Tem longa experiência em produção gráfica e é fluente em diversas mídias.

    É carioca da gema, mas mora em Mogi das Cruzes, São Paulo. De seu escritório/estúdio, projeta e cria websites, coordena equipes de desenvolvimento e de conteúdo, recruta e supervisiona o trabalho de analistas, programadores, fotógrafos, ilustradores, animadores, redatores e demais especialistas que garantem serviços de qualidade aos seus clientes espalhados por todo o Brasil.

  • Todos os artigos, por Mês.

  • Temas